Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

Banalização do Amor

Cada vez mais se torna banal dizer-te amo-te. Será o amor algo tão banal? Duvido. Hoje em dia, há por aí muito boa gente que se conhece à meia dúzia de dias, ou melhor que pensa que se conhece e pronto: amo-te para sempre. Será que dizem e não sentem ou julgam que sentem e, no fundo, não sentem?! Não sei. Quem pode saber o que se passa na cabeça desta gente? Porque se enganam a si próprias e aos outros? 

 

Tenho pena de ver um sentimento tão denso, profundo e mágico ser vulgarizado desta maneira.

 

Cada vez mais são raras as pessoas que se podem gabar de ter amado, e ainda mais raras aquelas que amaram e foram amadas.

 

Para mim uma das frases que melhor define o amor:

 

"Todo o amor é eterno. Se não é eterno, não era amor."

(Nelson Rodrigues)

 

Só vos peço, pensam nas coisas antes de as dizer e sejam genuínos quando expressam o que sentem!

A Sara sente-se: Dividida
Ao som de : Diary of Jane