Quarta-feira, 17 de Novembro de 2010

Factos

(...) Enchemo-nos de esperanças vãs. Acreditamos em tempos distantemente inatingíveis. Definimo-nos como "nós" sem dar espaço à distância que nos separa. Julgamos-nos super-heróis, dispostos a conquistar o nosso próprio mundo. Declaramos ditadura ao amor. E sem querer tornamo-nos escravos dele. Matamos as saudades com palavras. O desejo com lágrimas. Sentimos renascer o passado, e deixamo-nos envolver nos seus braços. Condenamos o presente em virtude do futuro. Procuramos um tempo. Desejamo-nos contra todas as leis. Queremo-nos inconscientemente. Acreditamos no futuro. (...)


A Sara sente-se: Assim, assim
Ao som de : Prelude to a kiss - Alicia Keys