Sexta-feira, 8 de Outubro de 2010

Pessoa

Tenho vontade de mandar Fernando Pessoa às urtigas quando leio um poema seu.
Mas acabo apaixonada depois de o perceber.
A Sara sente-se: